Descobrir Portugal
Sentir o Tempo no Geoparque Litoral de Viana do Castelo
Artigo
  • Natureza e Ar Livre

Sentir o Tempo no Geoparque Litoral de Viana do Castelo

Sabia que Portugal esteve no Hemisfério Sul e foi banhado por um oceano que já não existe? Houve grandes mudanças ao longo de milhões de anos e são fragmentos dessa história geológica que pode hoje descobrir num passeio pelo Geoparque Litoral de Viana do Castelo.

10 de janeiro 2019
Quem chega à Praia Norte, em Viana do Castelo, depara-se com uma visão pouco convidativa para banhos, com formações rochosas a acompanharem o recorte do litoral. Mas onde a maioria vê pedra, cientistas identificaram verdadeiras cápsulas do tempo, que registam a história do planeta desde há mais de 500 milhões de anos.

O Geoparque Litoral de Viana do Castelo foi criado em 2017, depois de mais de uma década de trabalho de identificação do património geológico do concelho, o qual resultou na identificação de 13 áreas classificadas como Monumentos Naturais. Com este geoparque, que aspira a ser património da UNESCO, é preservada a herança geológica que comprova que um dia Portugal já fez parte do Hemisfério Sul ou foi banhado por um oceano que já não existe.

Geoparque Litoral de Viana do Castelo

Visitar o Geoparque Litoral de Viana do Castelo

De todos os geossítios identificados nos 320 km2 que compõem Viana do Castelo, cinco áreas de extraordinária relevância científica foram classificadas como Monumentos Naturais e podem ser conhecidas através de percurso pedestre junto à costa.

Comece o trajeto a partir de Carreço, onde encontra o Alcantilado de Montedor. Identificado como “Cemitério de Praias Antigas”, por aqui são visíveis inscrições rupestres. Segue-se a Praia do Canto Marinho, com as suas gotas magmáticas e pias salineiras (zonas de rocha escavada, utilizadas para a produção de sal).
Um pouco mais abaixo, perto do Fortim da Areosa, o geossítio das Pedras Ruivas guarda relíquias do Rheic, o oceano que existia entre dois continentes que depois fecharam, dando origem ao supercontinente conhecido como Pangeia.
O percurso segue pelas piscinas de maré formadas na Praia Norte e daqui para as Ínsuas do Lima, dentro do rio e visíveis das pontes de acesso à cidade.  Já na margem sul do Rio Lima, a Ribeira de Anha é o quinto nesta lista de monumentos naturais junto ao litoral.

Geoparque Litoral de Viana do Castelo
Num caminho onde o território foi também transformado pela atividade do homem, os costumes e tradições não são postos de parte e é normal encontrar outras estruturas, como antigos moinhos de vento.

Sendo um espaço aberto, um passeio pelo Geoparque Litoral de Viana do Castelo pode ser feito durante todo o ano, mas enquanto estão em desenvolvimento os suportes informativos de apoio à interpretação (ainda em falta no local), contacte o geoparque — geral@geoparquelitoralviana.pt — para mais informações e até acompanhamento aos locais de maior interesse.
Fotografias: ©Geoparque Litoral de Viana do Castelo
Desafio

Geólogo de Praia

Faça check-in com a App Via Verde e suba no ranking
Pontos de check-in:
  • Praia do Canto Marinho
  • Fortim da Areosa

para ver os check-ins já feitos.

Ao completar Desafios, pode ganhar portagens gratuitas!

Sugestões relacionadas