Descobrir Portugal
Respirar os Ares da Serra
Roteiro
  • Família
  • Natureza e Ar Livre

Respirar os Ares da Serra

Quando falamos na Serra da Estrela pensamos no branco da neve e nos dias frios de inverno. Mas aquele que é o ponto mais alto de Portugal continental, tem também muita cultura para conhecer.

18 de setembro 2015

Dia1

Situada na vertente ocidental da Serra da Estrela, Seia é porta de entrada para o parque natural. E para conhecer melhor o seu património ambiental, o Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE) é o primeiro ponto de paragem.
Aqui poderá visitar a exposição “Lagoas da Estrela – água, energia e biodiversidade” e conhecer a biodiversidade associada à região ou se inscrever numa de várias atividades que o centro organiza durante o ano.

Para fazer as delícias dos mais novos dirija-se ao Museu do Brinquedo, no Largo de Santa Rita. São 8 mil peças que prometem levá-lo numa viagem ao passado e à sua infância. Em várias salas e vitrinas vai encontrar brinquedos de Portugal e do mundo e poderá mostrar aos mais novos como era a brincadeira antes das consolas e videojogos.

Não saia de Seia sem visitar o Museu do Pão, na Quinta Fonte do Marrão. O complexo museológico é um dos maiores do mundo dedicados a este produto. Nas salas de exposição pode encontrar vários objetos e reconstituições históricas ligadas ao pão português. O museu oferece ainda um centro gastronómico onde poderá almoçar. Vai ver que, também aqui, o pão assume lugar de destaque.

Depois de almoço comece a subida em direção à Torre. Aos 1.100 metros de altitude vai encontrar a Aldeia do Sabugueiro, a “aldeia mais alta de Portugal”. Se for nos meses mais quentes poderá usufruir de espaços de grande beleza natural, com várias quedas de água, ou apreciar algumas das vistas mais bonitas da Estrela.
Conduza cerca de 8 km para chegar à Lagoa Comprida, o maior reservatório de água da serra.

São 10 km da Lagoa Comprida até à Torre, que, dependendo da época da visita ou do estado do tempo, demorarão mais ou menos 20 minutos a percorrer de carro.
Se for no Inverno, fique pela Estância de Ski da Serra da Estrela e aproveite para treinar as suas descidas em cima de uns skis ou de um snowboard.

Desça em direção às Penhas da Saúde. A 1.500 metros de altitude esta aldeia já foi uma estância termal vocacionada para o tratamento de doenças respiratórias. Hoje integra as Rotas do Turismo de Montanha da Península Ibérica e oferece vários tipos de alojamento. Escolha passar a noite num chalé de montanha para ter uma experiência completa.

Dia2

A Torre é o ponto mais alto da Estrela e lugar emblemático numa visita à serra. Comece o dia com uma paisagem de perder de vista, quer seja de grandes mantos brancos de neve, no inverno, ou de vales deslumbrantes recortados com cursos de água, nos meses mais quentes. O Centro de Interpretação da Torre é um dos lugares a visitar para ficar a conhecer melhor o património natural deste território.

Desça até aos 700 metros de altitude para uma visita à Covilhã. O concelho é conhecido pela sua indústria de lã, sendo hoje um dos principais centros de lanifícios da Europa. Saiba que muitas das empresas desta região são fornecedores de algumas das principais marcas de têxteis mundiais.
Para melhor compreender esta realidade dirija-se ao Museu dos Lanifícios na Universidade da Beira Interior.
Este museu divide-se em três espaços distintos: a Real Fábrica de Panos, a Real Fábrica Veiga e as Râmolas do Sol, um núcleo museológico ao ar livre com elementos que se destinavam ao processo de secagem dos produtos de lã.

Vá agora para a Praça do Município, centro histórico da cidade. Daqui são cinco minutos a pé até à Antiga Judiaria da Covilhã, um conjunto de ruas estreitas onde ainda pode ver algumas casas de características medievais. Procure duas janelas de traços manuelinos, uma na Rua da Flores (nº29) e outra na Rua do Ginásio Clube (nº 39). Aproveite para almoçar por esta zona.

O Jardim do Lago da Covilhã, junto da Alameda da Europa, é a nossa sugestão para começar a tarde. Esta é a maior área verde da cidade e distingue-se por um enorme espelho de água. Este espaço oferece várias infraestruturas de lazer, entre bares, um parque infantil e um parque de desportos radicais.

Termine a sua visita à região da Serra da Estrela com uma visita ao Museu do Queijo na freguesia de Peraboa. São 20 minutos de carro do centro da Covilhã até lá. Aqui poderá encontrar um conjunto de salas temáticas que o vão conduzir numa viagem sobre o processo de fabrico daquele que é um dos queijos mais conhecidos de Portugal: o Queijo da Serra. Tenha em atenção que o museu encerra à tarde às segundas e quintas-feiras.
Desafio

Medidor de Altitude

Faça check-in com a App Via Verde e suba no ranking
Pontos de check-in:
  • Museu do Pão
  • Museu do Brinquedo
  • Centro de Interpretação da Serra da Estrela
  • Torre da Serra da Estrela
  • Museu dos Lanifícios
  • Jardim do Lago
  • Museu do Queijo

para ver os check-ins já feitos.

Ao completar Desafios, pode ganhar portagens gratuitas!

Programas relacionados

Ver mais Programas

Sugestões relacionadas