Descobrir Portugal
4 Casas-Museu Para Visitar Em Lisboa
Top
  • História e Cultura

4 Casas-Museu Para Visitar Em Lisboa

Lisboa é repleta de bons museus, mas estas casas são locais especiais que espelham a vida e dedicação de quatro personalidades portuguesas. Para descobrir numa ida até à capital.

22 de fevereiro 2019
1 Casa-Museu Amália Rodrigues

Casa-Museu Amália Rodrigues

Uma das maiores embaixadoras de Portugal, Amália Rodrigues nasceu em Lisboa e foi na Rua de São Bento que viveu desde a década de 1950.
Transformada em casa-museu em 2001, dois anos após a morte da fadista, esta residência guarda inúmeros objetos que pertenceram a Amália, bem como peças de arte ou mobiliário que atravessaram vários séculos.
Da sala de jantar, com cristais italianos, pratas nacionais e loiças da Companhia das Índias, ao quarto de Amália, com pintura e mobiliário que data dos séculos XVII e XVIII, nas várias divisões desta casa pode apreciar o ambiente em que a artista viveu.
Não deixe de reparar nos vários objetos pessoais, entre os quais vestidos de cena, os conhecidos xailes, as joias, vários adereços ou os prémios que lhe foram atribuídos ao longo da carreira.
A Casa-Museu Amália Rodrigues está de portas abertas todos os dias da semana, entre as 10H00 e as 18H00.
2 Casa-Museu Medeiros e Almeida

Casa-Museu Medeiros e Almeida

Pode não conhecer o nome de António de Medeiros e Almeida, mas foi uma figura proeminente da elite social e empresarial portuguesa do séc. XX.
Reconhecido colecionador e sem herdeiros, reuniu ao longo da vida um valioso património que decidiu tornar público através da criação de uma fundação e de uma casa-museu, ambas com o seu nome.
Localizado na Rua Rosa Araújo, o edifício que serviu de residência ao empresário, entre 1947 e a década de 1970, apresenta hoje uma vasta coleção de artes decorativas.
Divididos entre o rés-do-chão e dois andares, estão vários núcleos de exposição únicos que vão desde a Sala dos Relógios, com uma coleção de 200 relógios de bolso, a Sala das Porcelanas, com peças que remontam até ao tempo da Dinastia Han (206 a.C.-220), ou diversos ambientes, com salas e salões repletos de pinturas e peças de decoração singulares.
Viste a Casa-Museu Medeiros e Almeida de segunda a sábado, entre as 10H00 e as 17H00. Para conhecer melhor a vida e obra do fundador, opte por uma visita-guiada. No 1º e 3º sábados do mês são gratuitas. Consulte o site da casa-museu para mais informações.
3 Casa Fernando Pessoa

Casa Fernando Pessoa

Personalidade lisboeta incontornável, Fernando Pessoa morou nos últimos 15 anos da sua vida em Campo de Ourique, numa habitação na Rua Coelho da Rocha. O espaço, transformado aos dias de hoje numa casa de cultura que recebe colóquios, espetáculos, debates ou conferências sobre literatura, apresenta inúmeros objetos que pertenceram ao poeta.
Aqui, visite o quarto com a secretária onde Pessoa deu voz aos seus principais heterónimos, e aproveite para  apreciar alguns dos seus objetos pessoais, como a máquina de escrever, os óculos ou os blocos de apontamentos.
Estão igualmente expostos documentos da vida do autor, como um bilhete de identidade, cartões de visita, o contrato de arrendamento deste apartamento e diplomas escolares.
Mas não é só a obra de Fernando Pessoa que ocupa esta casa. Pode ver também trabalhos de outros artistas influenciados pelo poeta.
A Casa Fernando Pessoa está aberta de segunda a sábado, entre as 10H00 e as 18H00, e o bilhete geral de entrada custa 3€.
4 Atelier-Museu Júlio Pomar

Atelier-Museu Júlio Pomar

Esta não é bem uma casa, mas sim um atelier que guarda a obra do artista plástico Júlio Pomar. Localizado na Rua do Vale, na freguesia da Misericórdia, só o edifício onde se encontra este espaço merece destaque, contando com a assinatura do arquiteto Álvaro Siza Vieira.
Neste antigo armazém do século XVII é exposto um vasto acervo que atinge as 400 obras doadas pela Fundação Júlio Pomar e que vão da pintura à escultura, desenho, gravura, cerâmica, colagens e assemblage.
Nesta visita conheça a obra resultante do percurso de um artista que atravessou diferentes épocas, períodos e contextos políticos.
O Atelier-Museu Júlio Pomar está aberto de terça a domingo, das 10H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00, e a entrada custa 2€. Pode visitar gratuitamente o espaço aos domingos e feriados, da parte da manhã.
Desafio

O Salta Casas

Faça check-in com a App Via Verde e suba no ranking
Pontos de check-in:
  • Casa-Museu Amália Rodrigues
  • Casa-Museu Medeiros e Almeida
  • Casa Fernando Pessoa
  • Atelier-Museu Júlio Pomar

para ver os check-ins já feitos.

Ao completar Desafios, pode ganhar portagens gratuitas!

Programas relacionados

Ver mais Programas

Sugestões relacionadas